Armazenamento, Setor Elétrico, Setor Industrial, Sustentabilidade

Para que servem as bacias de contenção?

Para que servem as bacias de contenção?

Já parou para pensar no prejuízo e no impacto ambiental que um vazamento de produto químico pode causar ao meio ambiente e a sustentabilidade das operações de uma empresa? Não apenas ao negócio em si e na responsabilidade criminal, mas em todas as consequências?

Um simples vazamento de um produto poluente pode se tornar uma grande dor de cabeça. E para que isso não aconteça, é importante pensar na segurança e na prevenção desse tipo de problema. A bacia de contenção é uma maneira correta e eficiente de reter os produtos resultantes de vazamentos de tubulações tanques e recipientes fracionados.

Onde utilizar uma bacia de contenção?

A bacia de contenção normalmente consiste em uma região limitada por uma depressão do terreno ou por diques, dimensionada em função do volume que será armazenado ou de acordo com o seu fluxo de operação.

Nem todas as bacias de contenção são dimensionadas para suportar o total volumétrico do tanque que armazena determinado produto químico, algumas bacias de contenção servem para dar suporte ao conteúdo que vazou e, instantaneamente, direcionar o produto vazado para outro recipiente onde ele será armazenado e, em algumas situações, reaproveitado.

A bacia de contenção serve para diversas finalidades na indústria, como o armazenamento de produtos químicos perigosos ou não, agindo como uma barreira que evita o contato do produto vazado com sistemas de drenagens, águas pluviais, corpos hídricos, solo, bem como a possibilidade de contaminação de trabalhadores. Também pode ser muito utilizada na construção civil.

As bacias de contenção podem ser usadas para vários fins e diversos segmentos, mas são especialmente indicadas para aumentarem a segurança no armazenamento dos produtos químicos inflamáveis, tóxicos, explosivos ou corrosivos, já que podem ocorrer derramamentos acidentais. Contudo, vale ressaltar que diversos produtos químicos não perigos e não classificados pela ONU (Organização das Nações Unidas), também podem apresentar elevado potencial poluidor.

Com elas, pode-se evitar o desperdício de substância ou material armazenado, pois nem toda a sobra será necessariamente descartada.

Variedade de tamanhos e modelos

O mercado oferece inúmeros tipos de bacias, com vários modelos e tamanhos, e com capacidades de armazenamentos diversificados que atendem a todos os tipos de necessidades da indústria. São resistentes e duráveis, além de colaborarem para as práticas industriais sustentáveis.

A instalação deve ser feita de acordo com os objetivos do seu negócio.  A dica é sempre fazer o projeto com empresas que são especializadas nesse tipo de obra e com profissionais qualificados. Não se esqueça de conferir os materiais utilizados e avalie tudo com bastante cautela.

Um projeto dimensionado especificamente para a necessidade da empresa pode economizar recursos financeiros, além de otimizar espaço e agilizar o fluxo de processo da organização.

Normas para bacias de contenção

Para esse tipo de projeto é preciso estar atento às normas que orientam a construção de bacias. Inicialmente, é preciso verificar com atenção o local escolhido.

Os produtos químicos, por exemplo, precisam estar isolados e sinalizados adequadamente e não podem dividir o mesmo local com outros materiais. O ambiente também precisa, necessariamente, ser bem arejado e possuir redundância sobre as medidas preventivas.

Os pisos e paredes precisam ser revestidos de material impermeável para evitar contaminação e ser inclinados para facilitar a remoção do material. Também é necessária a instalação de extintores de incêndio dimensionados de acordo com a área a ser protegida e com as distâncias a serem percorridas.

É imprescindível que o acesso às bacias seja feito apenas por pessoas autorizadas e devidamente treinadas. As bacias devem ser protegidas contra:

  • Chuvas e umidades;
  • Radiação;
  • Calor e ventos.

De acordo com a NBR 17.505 (2013), a bacia de contenção deve estar próxima a, no mínimo, duas vias diferentes, pavimentadas ou estabilizadas que deem passagem para dois veículos de combate ao incêndio ou 5 m, escolhendo o maior destes valores. Para bacias com capacidade até 1.000m³ é permitida apenas uma via para passagem do veículo de combate a incêndio ou 3 m.

E aí? Gostou das informações do post? Ainda ficou com alguma dúvida sobre bacia de contenção? Entre em contato conosco, teremos o maior prazer em respondê-lo!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *