Armazenamento, Setor Industrial, Setor Marítimo, Sustentabilidade

5 dicas para evitar acidentes com produtos químicos na sua indústria

5 dicas para evitar acidentes com produtos químicos na sua indústria

Acidentes químicos nas indústrias são sempre sinônimos de transtorno, risco à vida, prejuízos financeiros e uma série de consequências desagradáveis. Muitas substâncias químicas têm potencial para causar incêndios, contaminar o meio ambiente, sem falar nos danos à saúde que podem ser graves ou até mesmo fatais.

Os produtos químicos podem ser divididos em dois grupos, os perigosos e os não perigosos, contudo mesmo produtos químicos não perigosos podem causar contaminação ao meio ambiente e riscos à saúde humana.

A contaminação ou poluição é definida como a alteração dos padrões de qualidade originais de uma matéria por motivos externos. Geralmente usamos um exemplo muito simples para ilustrar tal condição.

Imagine que um caminhão transportando 15 mil litros de leite sofra um acidente e derrame todo o produto próximo ao sistema de drenagem pluvial de uma via que o direciona a um manancial de uma determinada região.

A qualidade da água do manancial será alterada por um determinado período de tempo devido o alto teor de gordura presente no leite entre outras característica como alto pH (potencial hidrogeniônico) de tal substância.

Nesse caso é óbvio que o leite não é um produto químico e nem mesmo perigoso, porém em tal proporção, se torna poluente e contaminante para uma determinada condição natural.

É claro que existem meios para a prevenção de acidentes e eles devem ser usados de todas as maneiras cabíveis. Estes cuidados impactam não somente na segurança da indústria como também na mitigação de riscos e na saúde financeira, uma vez que acidentes geram prejuízos ao caixa e à imagem da companhia.

De acordo com o Ministério da Saúde, “acidentes com produtos químicos perigosos podem ocorrer ao longo de toda a cadeia produtiva desses compostos, a exemplo da extração, produção, armazenamento, transferência, transporte, utilização e destinação final dos produtos perigosos”.

Por onde começar a prevenção de acidentes com produtos químicos?

Quando se fala em prevenção de acidentes químicos, surgem inúmeras dúvidas acerca do tema. Por isso, a melhor maneira de começar a adotar medidas contra acidentes é obter todo o conhecimento disponível, tanto sobre cada produto presente na indústria, quanto sobre segurança de um modo geral.

Hoje o mercado traz uma série de ferramentas para se atualizar em segurança na extração, transporte, manuseio e armazenamento de químicos. Existem graduações, cursos de extensão e até consultorias especializadas no assunto.

É muito importante dispor de pessoas munidas de conhecimento para avaliar os riscos presentes na sua indústria e reduzi-los.

Outro passo de grande valor é conscientizar todo o corpo de colaboradores sobre as normas de segurança, para que todos sigam as regras estabelecidas e respeitem os planos de ação desenvolvidos. Sem o envolvimento dos funcionários, as chances de acidentes químicos sobem e torna-se muito mais difícil a prevenção.

Dicas práticas de prevenção

Alguns dispositivos são fundamentais para a prevenção de acidentes químicos, e precisam ser adquiridos a partir de empresas fidedignas que garantam a qualidade e o bom desempenho do equipamento.

  • Mantenha em perfeito estado e bem identificados os tanques de armazenamento. Eles devem ser usados sempre para a finalidade correta, abrigando tipos específicos de substâncias;
  • Use instrumentos de contenção. A utilização de diques de contenção servirá para controlar vazamentos que possam ocorrer, evitando que a substância derramada entre em contato com o ambiente.
  • Forneça EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) e exija que todos os funcionários envolvidos no manuseio de químicos os usem adequadamente.
  • Impermeabilize e mantenha bem isoladas as áreas onde os químicos ficarão armazenados.
  • Tenha conhecimento de todas as normas regulamentadoras sobre a extração, transporte, manuseio e armazenamento de químicos.

Estes equipamentos atuarão no dia a dia da indústria para evitar vazamentos, derramamentos, e outras complicações decorrentes destes eventos.

Gostou do post? Então deixe o seu comentário e compartilhe suas opiniões e dúvidas com a gente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *