Como os resíduos industriais podem afetar o meio ambiente? Nilson Pickler 20 de outubro de 2022

Como os resíduos industriais podem afetar o meio ambiente?

Apesar dos avanços da tecnologia e das políticas ambientais vigentes, o descarte incorreto de resíduos industriais ainda é uma realidade muito presente em diversas empresas. Isso pode, na maioria das vezes, significar diversos riscos ao meio ambiente e à população como um todo, e deve ser evitado com a finalidade de minimizar seus impactos negativos.

Se você nunca parou para pensar nesses impactos ou deseja saber um pouco mais sobre como esses resíduos industriais afetam o meio ambiente, então nós da Ambflex te explicamos neste artigo. Boa leitura! 

Neste artigo, serão abordados os seguintes tópicos: 

  • O que são resíduos industriais? 
  • As consequências dos resíduos industriais no meio ambiente;
  • A importância de realizar um tratamento adequado. 

Tempo de Leitura: 6 Minutos. 

O que são resíduos industriais?

São considerados resíduos industriais todos aqueles provenientes do processo de fabricação de novos produtos, que podem vir do setor metalúrgico, farmacêutico, petroquímico, mineração, químico, alimentício, entre outros. Sendo assim, existe uma lista imensa de substâncias envolvidas nos processos de produção de itens de consumo do nosso cotidiano, mas que podem causar danos ao meio ambiente quando expostas ou descartadas de maneira incorreta. 

Podemos citar como alguns exemplos dessas substâncias: óleos, petróleo, vidro, resíduos ácidos, metais pesados, iodo, entre outros. 

Levando em conta as características e composição química desses materiais, é necessário realizar um tratamento desses resíduos antes que eles entrem em contato com o meio ambiente, porém, muitas empresas negligenciam esse processo, o que pode ocasionar na destruição do ecossistema local e em sérios danos à saúde humana. 

As consequências dos resíduos industriais no meio ambiente

A degradação do meio ambiente por resíduos industriais pode ocorrer por diversos motivos, como a falta de fiscalização por parte dos órgãos governamentais, escassez de saneamento básico abrangente e eficiente, falhas no processo de descarte ou a simples negligência das empresas, que muitas vezes não contam com um plano de gestão de resíduos adequado para lidar com essas substâncias da maneira correta. 

Infelizmente,  seres humanos e o meio ambiente sofrem em função da conduta incorreta das indústrias. Abaixo, elencamos algumas das principais consequências dessas ações: 

SOLO: Ao entrar em contato com o solo, essas substâncias podem causar a alteração de suas características, contribuir com a proliferação de doenças, tornar o solo infértil, prejudicar a fauna e flora locais, além de contaminar e diminuir a produção agrícola da região. 

ÁGUA: O descarte de resíduos industriais em rios e lagos pode provocar a morte de peixes e plantas, contribuir com a diminuição da quantidade de O² na água, provocar a alteração da temperatura e trazer desequilíbrio para o ecossistema aquático, além das chances de contaminar a população ao adentrar em sistemas de tratamento e abastecimento público. 

AR: A liberação de resíduos através de gases tóxicos e partículas industriais também podem afetar significativamente a vida humana. Esse contato pode provocar tumores, doenças hepáticas, rinites, alterações neurológicas, câncer, enfisemas, asma, doenças de pele, entre outras. 

Além disso, resíduos contaminantes podem ser altamente prejudiciais, causando doenças como a cólera, meningite, amebíase, hepatites A e B desencadeadas por efluentes sanitários, dermatoses, tumores hepáticos e de tireóide, entre outros, independentemente de sua origem ou composição. 

A importância de realizar um tratamento adequado

Apesar de ser um grande desafio para empresas de diferentes portes e segmentos, é mais do que necessário realizar a destinação correta dos resíduos, pois isso também é uma forma de proteger a vida humana e assegurar um futuro saudável para o meio ambiente e as próximas gerações. 

Ainda que atualmente existam leis que responsabilizam as empresas pela geração, estocagem, armazenamento, transporte e descarte incorretos de resíduos industriais, só isso não é suficiente para mudar esse cenário. É preciso o auxílio da população na fiscalização e da empresa para conscientizar os colaboradores sobre a gestão correta e boas práticas ambientais. 

Além disso, é importante contar com equipamentos de contenção que impedem esses resíduos de entrarem em contato com o solo e meio ambiente, em casos de vazamento ou derramamento. 

Só assim é possível começar a minimizar os problemas causados por esse contato e exposição, preservando cada vez mais o meio ambiente e a vida de todos. 

Escreva um Comentário!
Your email address will not be published. Required fields are marked *