Armazenamento, Segurança do Trabalho

COMO TRANSPORTAR PRODUTOS QUÍMICOS PERIGOSOS EM CONTÊINERS?

No Brasil, o transporte de produtos químicos perigosos em contêineres é regulamentado pela Lei nº 10.233/2001 e por resoluções da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que define aspectos de classificação, identificação, embalagem, sinalização e documentação. 

A resolução nº 5.848 de junho de 2019 atualiza o Regulamento para Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos e indica as formas de condições do transporte, assim como da carga de acondicionamento, documentação e diretrizes para possíveis acidentes. 

Maiores especificações sobre o transporte de produtos químicos perigosos em contêiners 

 Assim, o transporte de produtos químicos perigosos em contêiners deve obedecer às seguintes normas: 

 -O transporte deve estar registrado na categoria específica a que se refere, além de promover a avaliação contínua do veículo; 

– Os processos de transporte, descarga, transbordo, limpeza e descontaminação devem estar devidamente sinalizados; 

– Os produtos devem ser identificados e acondicionados de forma que não possam se deslocar, cair ou tombar; 

– O pessoal envolvido deve estar preparado por meio de treinamento específico, além da utilização dos EPI’s; 

– Deve-se possuir os documentos exigidos como CTPP, CIPP e CIV, documentos com as informações sobre o caráter do transporte e declaração do expedidor e 

– Em caso de acidente deve-se apresentar o que for solicitado pela ANTT, sinalizar e detalhar a ocorrência. 

 Nesses casos, a importância das bacias de contenção para contêiners é imprescindível, tendo em vista que ela é capaz de evitar e prevenir vazamentos e derramamentos de produtos químicos que possam, eventualmente, causar acidentes e outras complicações. 

Aplicações e modelos de contêiners 

Com aplicações mais variadas, as bacias de contenção são fabricadas sob medida, atendendo, assim, às necessidades específicas de cada local, mas todas são fabricadas visando à alta resistência mecânica. Outras características das bacias de contenção são: 

– Flexibilidade para montagem e desmontagem, o que agiliza todo o processo independente do espaço disponível para tal; 

– Podem ser utilizadas especificamente para o vazamento de produtos com substâncias químicas em contêiners marítimos (portos) e de grandes peças industriais (indústrias) e 

– Suportam grandes cargas e permitem que os contêiners com suspeita de incidência de vazamento ou avaria sejam reposicionados de maneira segura para uma área de estanque. 

A Ambflex conta com três modelos de bacia de contenção para contêiners, são eles: 

– A bacia de contenção em PEAD, dispositivo que acompanha 4 placas PEAD, 2 tapetes de borracha para proteção inferior e uma caixa de acessórios para um contêiner de 20 pés com dimensões de C7, 26M X L3, 74M X A0, 30M; 

– A bacia de contenção em PEAD que acompanha os mesmos acessórios citados anteriormente, mas com dimensões distintas – C13, 39M XL3, 74M X A0, 30M e 

– As bacias de contenção totalmente sob medida. 

Para saber mais sobre o transporte de produtos químicos perigosos em contêiners, você pode acessar o site da ANTT no endereço https://www.gov.br/antt/pt-br, lá você encontra informações mais gerais e específicas sobre a legislação em vigor.  

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.