Meio Ambiente

Proteção e defesa do meio ambiente: Uma responsabilidade de todos

A proteção e defesa do meio ambiente são temas cada vez mais recorrentes. Porém, apesar de muito debatidos, pouco de fala sobre as ações práticas que devem ser realizadas em cada um dos setores da sociedade a fim de, realmente, tirá-las do papel e colocá-las em prática.

Assim, antes de tudo, é primordial entender o que é e qual a importância da proteção ambiental. Só então as atitudes devem ser pensadas, ações e projetos a serem adotados e efetivados para que ela se torne uma realidade palpável a todos.

A importância da proteção ambiental

Todos os seres humanos dependem do meio ambiente para sobreviver, ainda que tenhamos a impressão de estarmos longe daquilo que chamamos natureza. Dessa forma, mesmo vivendo em cidades, os alimentos, a água e a luz solar nos são essenciais e providas pela natureza.

bacia de contenção

Logo, não é difícil entender quão relevante é a proteção e a defesa do meio ambiente. O cuidado com a natureza é fundamental para que ela continue nos proporcionando meios para nossa própria sobrevivência. Manter o meio ambiente equilibrado colabora para perpetuação de nossa e de outras espécies também.

O problema que se enfrenta hoje é como unir duas pontas que, por muito tempo, foram antagonistas: o progresso e a conservação ambiental. Isso se dá porque durante muitos anos pensava-se ser impossível reduzir ou zerar os impactos ambientais causados pelas ações humanas.

Proteção ambiental no Brasil

Enquanto nos países desenvolvidos há um maior crescimento de movimentos em prol da proteção e defesa do meio ambiente, em terras tupiniquins, bem como nos demais países em desenvolvimento, ocorre o oposto.

Ainda há a concepção de que problemas ambientais são consequências irremediáveis ou esperadas do progresso, e que este último é, por vezes, mais importante.

Entretanto, já estão sendo adotadas medidas que desconstroem essa falácia, como a adoção de bacias de contenção para evitar a queda de resíduos e produtos químicos na água e o replantio de áreas desmatadas.

É factível ter progresso sem causar tantos danos à natureza, receita que muitos países europeus já descobriram.

O papel de cada um

Para tornar as ideias mais palpáveis, serão apresentados alguns exemplos de proteção ambiental que são e devem ser colocados em prática pelos diferentes setores da sociedade:

  • Estado: É papel do Estado fiscalizar e cobrar de empresas e demais órgãos que integram a sociedade um comportamento mais responsável para com o meio ambiente. Vale, ainda, incentivar a prática de ações que colaborem com sua preservação, como isenções fiscais e fomento à pesquisa;
  • Empresas: Para garantir maior segurança em seus processos, as empresas devem adotar medidas e equipamentos que visem não apenas evitar desastres ambientais, mas também saná-los, caso ocorram. Alguns exemplos são a utilização de plataformas, bacias e diques de contenção por parte dos setores elétricos, industriais e marítimos;
  • Civis: A população como um todo também tem sua responsabilidade. É seu dever não apenas fiscalizar as ações do Estado, mas também das empresas e, claro, usar os recursos à sua disposição de forma consciente.

bacia de contenção

Proteção ambiental – uma ação conjunta

Temas como a proteção e defesa do meio ambiente e a sustentabilidade estão em alta. É verdade que ainda há muitos avanços a se realizar.

Tais melhorias precisam, de fato, sobrecarregar menos a natureza e promover o progresso e desenvolvimento tecnológico sem causar tantos danos a ela. O que se deve ter em mente é que esta é uma batalha a ser travada por toda humanidade

Preservar o meio ambiente não significa apenas fazer um bem à natureza. De fato, é preservar a própria espécie humana que, assim como os demais seres vivos, tem uma relação de dependência com o meio em que vivem e pelo qual se mantém.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *