Meio Ambiente, Sustentabilidade

Resíduos químicos, saiba como realizar o descarte de forma segura!

A questão do lixo e resíduos químicos é um problema ambiental que tem chamado atenção. Tanto pela quantidade quanto pela questão de como tratar.

Esse assunto é importante principalmente quando pensamos na questão dos resíduos químicos que se não forem descartados de maneira correta colocam a saúde das pessoas e do meio ambiente em perigo.

O assunto é tão importante que há legislação específica que trata do assunto. Alguns materiais, dependendo de suas características podem provocar contaminação, corrosão e até combustão. Por isso, há normas que regulamentam a maneira correta de se fazer o descarte seguro de químicos.

É importante entender que produtos químicos dizem respeito a todo material ou substância considerados perigosos, quando não passam por reciclagem ou reutilização.

Um dos cuidados com esse material é armazenar, rotular e encaminhar para um local apropriado de resíduos químicos para que o descarte seja feito de maneira correta.

Descarte seguro de químicos

Às vezes, os resíduos químicos são fruto da combinação de outros produtos. Substâncias ácidas que em combinação com outras podem virar solventes ou outra característica.

Essa é uma das razões que se deve tomar cuidado para fazer o descarte seguro de químicos, pois esse resíduo pode provocar contaminação, por exemplo.

Para se fazer o descarte seguro de químicos a rotulação é importante para evitar que produtos incompatíveis sejam misturados. Dependendo do produto sua proximidade com outro que seja incompatível pode provocar um acidente.

bacia de contenção

Por isso, a descrição ou o inventário dos produtos a serem descartados faz parte da rotina de como fazer o descarte de resíduos corretamente.

Já houve vários casos de contaminação por descarte errado. O mais famoso no Brasil foi o caso da contaminação pelo Césio 137, que foi o acidente radioativo mais grave no país.

Em alguns casos, para se fazer o descarte seguro, os resíduos químicos passam por um processo antes do descarte. Pode ser tratamento químico ou lavagem.

Resíduos químicos

Laboratórios, farmácias e hospitais seguem normas rígidas de forma a mitigar o risco biológico. Por isso, os medicamentos devem ficar fora do lixo comum e ser eliminado em locais que há coleta de resíduos de saúde. No caso das indústrias, cada uma é responsável pelo seu descarte. Muitos produtos precisam passar por tratamento antes do descarte.

Isso deve ser feito porque além de suas características, o resíduo de algumas substâncias apresenta ameaça à saúde das pessoas e também ao meio ambiente. São elas:

  • Fármacos vencidos ou contaminados;
  • Medicamentos contaminados ou impróprios para consumo;
  • Substâncias já recolhidas para descarte;
  • Medicamentos antibacterianos que sejam usados sistemicamente ou tópico;
  • Imunossupressores, antirretrovirais.

O caso dos metais pesados também pede um cuidado especial para o descarte, já que são considerados substâncias perigosas. Um outro detalhe importante é que há uma maneira correta para se fazer o descarte das substâncias em cada categoria e deve ser seguido, principalmente no caso da indústria.

Os resíduos que são fruto de produção industrial não podem ser descartados de qualquer maneira porque pode ser arriscado. Por isso, é preciso seguir o modus operandi indicado na legislação para evitar problemas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *