Segurança do Trabalho

INCÊNDIO EM INDÚSTRIA DE PRODUTOS QUÍMICOS – O QUE PODE NOS ENSINAR

Em setembro de 2021, foi noticiada a ocorrência de incêndio em uma indústria de produtos químicos, deixando três pessoas com queimaduras graves e intoxicação. O caso ocorreu em Santa Tereza do Oeste, Paraná.

O acidente foi provocado pelo trabalho de solda que os funcionários faziam em uma área elevada e, abaixo do lugar, havia solventes de tinta, produtos inflamáveis. 

Os bombeiros conseguiram chegar ao local e apagar as chamas, socorrendo os trabalhadores por perto e os que estavam envolvidos no acidente.

Essa ocorrência é uma amostra dos incidentes perigosos que podem acontecer nas indústrias químicas. Por isso, é fundamental avaliar os riscos que permeiam as atividades na empresa com treinamentos que capacitem os funcionários sobre os produtos com os quais estão lidando.

Para ajudar funcionários e gestores de indústria de produtos químicos, vamos apresentar algumas formas de avaliar os riscos para o desempenho das atividades com segurança.

Riscos envolvidos na indústria de produtos químicos

Em geral, a indústria de produtos químicos trabalha com a manipulação de agentes químicos que se tornarão base para um produto final. Esses agentes envolvem desde insumos naturais até componentes de alta toxicidade.

Os principais acidentes que ocorrem na indústria química são:

  • Explosões por reação de produtos ou variação de temperatura;
  • Contaminações no meio ambiente;
  • Intoxicação por inalação de substâncias tóxicas;
  • Lesões corporais no manuseio de produtos corrosivos.

Entre as ocorrências, destacam-se o derramamento ou vazamento de substâncias químicas perigosas e a falha humana. A depender do produto, a substância pode, inclusive, poluir o meio ambiente e, assim, gerar multas pesadas para a empresa,  até mesmo a paralisação de suas atividades.

Sendo assim, o primeiro passo para evitar acidentes é saber o que está sendo manipulado. E há normas que regulam a identificação de cada produto. A NBR 14725, por exemplo, regulamenta as informações gerais de segurança disponíveis nas embalagens de produtos químicos.

Importância da capacitação para manipulação

A capacitação ocorre por meio de treinamentos para a explicação da norma e a apresentação dos produtos manipulados na indústria de produtos químicos. Assim, criam-se a familiaridade com os agentes químicos e a atenção sobre possíveis reagentes e reações.

Além do treinamento sobre os produtos, outro passo para evitar acidentes é a avaliação de riscos. A análise é imprescindível para evitar falhas, tanto humanas quanto naturais.

Tal avaliação de riscos envolve:

  • Mapa de riscos ao nível ergonômico, físico, biológico, químico e mecânico;
  • Rotulagem identificável e com informações claras, com os símbolos de periculosidade, código ONU e conforme as regras da FISPQ (Ficha de Informação de Segurança para Produtos Químicos);
  • Disponibilização de EPIs para manuseio, transporte e manipulação dos produtos;
  • Implementação do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) especificado na NR 9;
  • Dispositivos e sinalizações de segurança em todo o perímetro da indústria de produtos químicos, inclusive no armazenamento das substâncias.

A partir da classificação e da sinalização dos produtos químicos, consegue-se prever os riscos e  antecipar-se em situações de acidentes. Dessa forma, com a colaboração de funcionários e da empresa, riscos e perdas materiais e humanas são evitadas.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.