Meio Ambiente

O QUE É UM SISTEMA DE GESTÃO AMBIENTAL?

O sistema de gestão ambiental de uma empresa nada mais é do que a prática de uma série de procedimentos e posturas que refletem a preocupação da empresa com relação ao meio ambiente, o que termina por nortear as ações desempenhadas por ela. 

Isso significa que ao ter um sistema de gestão ambiental, todas as etapas de produção e atuação de uma companhia devem ser elaboradas, tendo em vista não apenas questões econômicas e de ascensão comercial, mas aliá-las ao cuidado para com a natureza. 

O sistema de gestão ambiental e a ISO 14001

A ABNT ISO 14001 requer que dentro do escopo do Sistema de Gestão Ambiental da empresa seja definida a Política Ambiental a ser praticada e que, apesar de ter alguns preceitos básicos, deve ser adaptada para atender às demandas de cada companhia em suas especificidades.

    1. O Sistema de Gestão Ambiental precisa ser apropriado ao contexto e propósito da companhia. Um exemplo é uma fábrica que tem de pensar em meios de descartar  resíduos, enquanto uma transportadora deve voltar sua atenção à contenção de vazamentos;
    2. Para ser elaborado, o sistema de gestão necessita observar questões como impactos ambientais das atividades desenvolvidas, a escala de produção de produtos e serviços, bem como a utilização de recursos naturais e humanos;
    3. É fundamental que haja uma estrutura prevista a fim de que seja possível estabelecer os objetivos ambientais. Assim, se se deseja evitar derramamentos de produtos, é necessário que haja bacias e demais dispositivos de contenção, por exemplo;
    4. A empresa assume estar comprometida com a proteção do meio ambiente em todas as suas ações, desde optar por comprar matérias-primas de produtores legalizados e em prol da natureza, até o recolhimento dos produtos depois de usados pelo mercado;
    5. A prevenção de danos ao meio ambiente é a chave para um bom sistema de gestão ambiental. Isso porque, como diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar. Daí a necessidade de adotar sistemas que previnam a ocorrência de acidentes ambientais;
  • A empresa deve, ainda, se comprometer a cumprir os requisitos legais e normas impostas ao seu segmento de atuação. Um bom exemplo é a logística reversa, que pode ser praticada por todas as indústrias, mas é obrigatória para algumas delas;
  • O sistema de gestão ambiental não é estático, tendo de ser repensado e melhorado ao longo do tempo. O motivo é porque as novas descobertas científicas e o próprio progresso nos fornecem também novas ferramentas para o cuidado ambiental, e elas devem ser aplicadas.

Por que ter um sistema de gestão ambiental? 

Essa questão talvez pareça óbvia, mas não é, pois ainda hoje muitas pessoas se perguntam sobre o porquê de ter um sistema de gestão ambiental que realmente funcione. A essa dúvida é possível responder com diferentes argumentos. 

Em primeiro lugar, há a questão legal, que responsabiliza as empresas por sua atuação e, caso haja agressões ao meio ambiente, são passíveis de punição. Em segundo lugar, há a responsabilidade de cada um em zelar pela natureza, uma vez que ela é um bem de todos. 

Por fim, vale pontuar que os debates ecológicos vêm ganhando cada vez mais espaço no mundo, e aderir a eles é também uma forma de se alinhar com as novas demandas mundiais e, consequentemente, construir uma imagem mais positiva da sua empresa na mentalidade dos consumidores. 

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.