Armazenamento

POLÍTICA AMBIENTAL – DEFINIÇÃO, OBJETIVOS E METAS

Política ambiental é um tema que já vem sendo conhecido e uma ação aplicada em diversas empresas e governos, por trazer em si uma carga de extrema importância, principalmente no Brasil.

Afinal, o crescimento urbano e econômico do país trouxe consequências positivas, porém também algumas negativas, como aquelas que afetam o meio ambiente.

Assim, as construções de grandes corporações e indústrias vieram acompanhadas de muitas preocupações para o Governo e para a própria sociedade, já que diversas empresas, com suas atividades, estavam poluindo rios, solos, gerando excesso de resíduos, prejudicando o ar e até mesmo a saúde de seus trabalhadores e da população.

Dessa forma, foi necessário criar ações para proteção e conservação ambiental, além de estabelecer limites para essas instituições, garantindo atividades mais sustentáveis.

O que é política ambiental e quais seus propósitos?

A Política Ambiental é um conjunto de normas, ações e regras de empresas e governos que têm como objetivo a preservação do meio ambiente e a preocupação com o desenvolvimento da sustentabilidade.

Um exemplo disso é a criação, em 1934, do primeiro Código Florestal Brasileiro, que regulamentou o uso da terra para preservá-la, sendo atualizado em 1960, com o acréscimo de novos parâmetros.

Além do mais, o surgimento do CONAMA (Conselho Nacional de Meio Ambiente), do IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), entre outros órgãos ambientais, também são exemplos de políticas voltadas à preocupação ambiental.

Também empresas que estabelecem medidas para diminuir os resíduos em suas atividades, leis governamentais criadas, indústrias que utilizam dispositivos de contenção para evitar vazamentos ou derramamentos de produtos químicos, figuram entre outras ações exemplares.

Assim, essas práticas ajudam a minimizar os impactos causados pelo avanço industrial, sem mencionar o fato de serem meios de assegurar a preservação de solos, rios, do ar etc., sendo úteis ainda para reduzir a poluição.

Exemplos de ações práticas em empresas

Existem algumas ações práticas que a serem adotadas para que uma empresa siga a Política Ambiental de maneira adequada, como:

  • Meios para reduzir o consumo de energia;
  • Medidas que incentivem o consumo racional da água, ou seja, evitando desperdícios;
  • Uso de energias limpas (eólica, solar), se possível;
  • Descarte correto de resíduos;
  • Obediência às normas estabelecidas;

Há muitas outras maneiras de criar boas diretrizes de conservação e proteção ambiental. Entretanto, tais exemplos mostram como é possível tornar o Brasil um país mais consciente e sustentável.

Estabelecendo metas para a sua indústria

Para o trabalho em indústrias, há algumas metas voltadas para esse segmento e que devem ser obedecidas, como:

  • Prover uma estrutura para estabelecer os objetivos ambientais;
  • A Política Ambiental precisa estar de acordo com o propósito e o contexto da indústria;
  • Considerar a prevenção contra poluições;
  • Reduzir a produção de resíduos;
  • Contribuir para a melhoria do meio ambiente;
  • Treinar os colaboradores para seguirem as normas;
  • Documentar toda a política da empresa e disponibilizar a todas as pessoas que trabalham no local;
  • Conscientizar os trabalhadores e os consumidores de seus produtos;

Desse modo, uma indústria pode contribuir para conservar o planeta, protegendo tanto o meio ambiente quanto a saúde de seus colaboradores e da população que vive em seu entorno.

Caso esse artigo tenha despertado o seu interesse, acesse o nosso site e saiba mais sobre esse e outros conteúdos https://ambflex.com.br.

Posts Relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.